Reflexão sobre Medicina e Filosofia no Banquete de Platão: a questão da epistême

Rachel Gazolla

Resumo


Este artigo analisa o Banquete de Platão para entender a presença, no diálogo, de um simposiasta médico, Erixímaco. Como se argumentará, enquanto praticante de um saber especializado e metódico, a Medicina interessa à ideia platônica de epistême. Esse novo saber médico considera-se também epistême. Cremos, por outro lado, que a Medicina é apresentada por meio de personagens e passagens do Corpus hipocrático e podemos obter a especificidade da investigação platônica e um novo ângulo da noção de physis como sendo, primariamente, psychê. A particularidade de Platão quanto à epistême, que ultrapassa o saber das technai, ilumina a questão da saúde e da doença, quer do corpo, quer da alma, a partir da nova reflexão sobre physis-psychê no filósofo.

Palavras-chave


Platão; Medicina; epistême; physis

Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.