Amor e Razão no projeto educativo da cidade platônica

José Trindade Santos

Resumo


O objetivo deste texto é mostrar como a concepção platônica da educação é estruturada pela conjugação da racionalidade com o impulso amoroso. Para o filósofo da Academia, a alma dos mortais só é capaz de recuperar a sua natureza transcendente se for dotada de Razão, porque só ela lhe permite aspirar ao “melhor”. No entanto, por mais que a racionalidade condense na alma a sua capacidade de se orientar para o Bem, nada ela alcançará se não for movida pelo Amor. É por isso que, aliados no “amor ao saber”, Amor e Razão constituem motor e fim último do processo educativo.

Palavras-chave


educaçã; polis; alma; razão; amor

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.