Akrasia e irracionalidade em Eurípides: notas sobre Hipólito e Medéia

Daniel Simão Nascimento

Resumo


O principal objetivo deste artigo é criticar a leitura de duas peças de Eurípides, Hipólito e Medéia, que nos é oferecida por Terence Irwin, no artigo intitulado “Euripides and Socrates”, de 1983. No final, aponto para a necessidade de um estudo cuidadoso das diferentes formas de irracionalidade encenadas na obra de Eurípides.

Palavras-chave


Eurípides; akrasia; incontinência; Medéia; Hipólito

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.