ALGUNOS ASPECTOS DE LA CRÍTICA PLATÓNICA AL ARTE IMITATIVO – LA ANALOGÍA ENTRE EL SOFISTA Y EL PINTOR

Graciela E. Marcos de Pinotti

Resumo


No Sofista, 234b-c, Platão descreve o sofista como um criador de “imagens faladas”. Para esclarecer essa arte, é proposta uma analogia entre a pintura e a sofística. A analogia tem sido criticada por implicar assimilação ilegítima entre imagens visuais e faladas, ou entre objetos da visão e do enunciado/crença. De qualquer forma, tento demonstrar neste artigo que é possível uma interpretação diferente.

Palavras-chave


Sofista; imagens; mímesis.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.