PLATÃO: O MUNDO, O CORPO E O MAL

Fernando Muniz

Resumo


A irracionalidade do desejo, sua resistência natural à razão é, nos diálogos platônicos, diretamente associada ao problema do mal. A investigação dessa questão, no entanto, depara-se com dificuldades no que concerne à consistência da doutrina do mal platônica. O mundo externo, o corpo, a matéria, ou a parte irracional da alma, são candidatos naturais a fonte do mal, mas o que constituiria a afinidade entre esses elementos é ainda objeto de perplexidade entre os estudiosos. Este artigo investiga a possibilidade de que (1) a resistência da matéria, ou "Necessidade" cega, ao ato divino da criação deixa resíduos em diversos níveis de realidade e que ( 2) a interpretação desses sinais residuais permite acesso à doutrina platônica do mal.

Palavras-chave


mundo; corpo; mal; alma.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.