O DIÁLOGO SOCRÁTICO “ABERTO” E SUA TEMPORADA MÁGICA

Livio Rossetti

Resumo


Este artigo oferecerá um panorama, e algumas conjecturas, quanto à provável força coletiva das transformações da cena filosófica que tiveram lugar em Atenas logo em seguida ao julgamento e morte de Sócrates. Argumentar-se-á que a nova maneira de fazer filosofia, inventada pelos Socráticos, era de fato antípoda da oferta tradicional de doutrinas e teorias abertamente endossadas pelos autores, e que deve portanto ser cuidadosamente distinguida pelos diálogos onde os corpos doutrinários são abertamente professados. Por causa da invenção do diálogo socrático “aberto”, a comunidade filosófica de Atenas muito plausivelmente experimentou uma “revolução de veludo”, especialmente durante os anos cruciais em que se formava a identidade de Platão como escritor e pensador.

Palavras-chave


Sócrates; Atenas; Platão; diálogo.

Texto completo:

PDF (English) PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.