GEORGES BATAILLE: NOTAS IMPERTINENTES SOBRE DEMÊNCIAS E MONSTRUOSIDADES NA FORMA CLÁSSICA

OSVALDO FONTES FILHO

Resumo


Bataille é autor de uma filosofia “agressivamente anti-idealista”, envolvida com o trabalho de deslocamento das noções. Na convicção de que a transgressão está ao alcance de uma selvageria da forma, sob fundo de cosmogonia paródica, o pensamento batailliano atua em favor do que de fato deveria desvelar a existência humana: o gasto sem compensação, a prodigalidade sem medida. Este estudo percorrerá alguns textos iniciais de Bataille, nos quais uma análise iconográfica inusual localiza aquela selvageria e este gasto pródigo em formas agressivamente anti-clássicas da Antiguidade tardia.


Palavras-chave


forma; matéria; idealismo; gnose

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.