Polivalência estrutural da Philia em Platão

Maurizio Migliori

Resumo


A philia, para os gregos, além de um conceito, era uma experiência vital que preenchia toda a vida. Por isso prestava-se a diferentes leituras, como a de Platão, em cujos diálogos se pode individuar: 1) uma apresentação da amizade como partilha da vida e de atitudes que podem se transformar em amor; 2) a apresentação da amizade como elemento estável e útil à vida social, e, 3) a utilização da figura da philia para apresentar o tema da relação com a divindade e com os primeiros princípios.

Palavras-chave


amizade, philia, eros, primeiro amigo, princípios

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.