Platão e a idéia de desnaturação no livro I do Emílio

Gilda Naécia Maciel de Barros

Resumo


No livro I do Emílio Rousseau, entusiasmado, refere-se a Licurgo e a Platão como homens que chegaram, um pela ação, outro pelo pensamento, a compreender o que representa a verdadeira desnaturação do homem. Discutir essa afirmativa considerando as idéias do próprio Rousseau, de um lado e, de outro, à luz da experiência histórica do Estado espartano e da proposta política de Platão é o objetivo desse artigo.

Palavras-chave


homem natural; cidadania; excelência; felicidade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.