Defesa defensável da escravidão em Aristóteles

Peter Phillips Simpson

Resumo


O objeto deste trabalho é o de discutir os argumentos do cap. 5 e 6 do livro I da Política, de Aristótles, destacando esquematicamente, e em forma silogística, a estrutura, coerência e validade de seu arrazoamento. Também demonstrarei como os argumentos e conclusões de Aristóteles são, ao mesmo tempo, mais e menos controversos do que os acadêmicos de hoje geralmente supõem.

Palavras-chave


senhor; escravo; natureza; virtude

Texto completo:

PDF PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.